Sindicato diz que equipa directiva da prisão mandou guardas fazerem busca geral e só admitiu existência de infectadas vários dias depois. Visitas estão canceladas e há 30 pessoas em isolamento. 320 reclusas foram testadas nesta quinta-feira, uma semana depois do primeiro caso.

Os números são diferentes consoante se fala com os serviços prisionais ou com o sindicato dos guardas prisionais. Mas uma coisa é certa: apesar dos seis casos positivos de covid-19 detectados na última semana no Estabelecimento Prisional de Tires e de haver três dezenas de pessoas em isolamento, só nesta quinta-feira parte das reclusas foram testadas pela primeira vez desde o início da pandemia e ao corpo da guarda prisional, que tem cerca de cem elementos, ainda não foi feito qualquer teste.

Fonte:https://www.publico.pt/2020/11/05/sociedade/noticia/duas-guardas-quatro-reclusas-infectadas-prisao-tires-guardas-prisionais-nao-testadas-1938124