Conselho de Ministros aprovou o decreto-lei que altera o Estatuto do Pessoal do Corpo da Guarda Prisional, procedendo à equiparação, para efeitos remuneratórios, ao pessoal com funções policiais da Polícia de Segurança Pública

O Conselho de Ministros aprovou hoje o decreto-lei que altera o Estatuto do Pessoal do Corpo da Guarda Prisional, procedendo à equiparação, para efeitos remuneratórios, ao pessoal com funções policiais da Polícia de Segurança Pública (PSP).

Esta era uma exigência antiga dos guardas prisionais, que pretendiam alterações no sistema de horários de trabalho e a agora aprovada equiparação em termos remuneratórios aos agentes da PSP.

O presidente do Sindicato do Corpo da Guarda Prisional, Jorge Alves, lamentou recentemente o atraso na aprovação do estatuto da Guarda Prisional, lembrado que não abdicaram da intenção de serem considerados um órgão de polícia criminal, embora de competência especializada e não genérica, por forma a permitirem um combate mais eficaz ao tráfico de droga e de telemóveis no interior das cadeias.

Fonte:https://tvi24.iol.pt/sociedade/guarda-prisional/guardas-prisionais-passam-a-receber-o-mesmo-que-os-agentes-da-psp