Serviços Prisionais já iniciaram um inquérito sobre festa de aniversário de traficante de droga que foi filmada e transmitida em direto no Facebook.

Ministra da Justiça diz que o que ocorreu na cadeia de Paços de Ferreira “não pode nem deve acontecer”.

A festa não podia nem devia ter acontecido por duas razões, explicou a ministra Francisca Van Dunen em entrevista à RTP: “a primeira – foi uma festa não permitida; a segunda – houve filmagens no interior do estabelecimento com telemóveis, que não podem ser utilizados”. A governante adiantou que a Direção Geral dos Serviços Prisionais (DGSP) já iniciou um inquérito para o averiguar das condições. “Eu não diria nada até ter o resultado desse inquérito”, disse Van Dunen.

Em resposta às questões colocadas pelo JN, a DGSP informa que, na Ala A do Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira, na tarde de sábado, quando terá decorrido a festa de aniversário de um traficante de droga, estavam em serviço “cinco guardas prisionais”.

O organismo afirma que “a realização de festas e a utilização de telemóveis por parte de reclusos constitui um ilícito e será sempre objeto de averiguação e de subsequente procedimento disciplinar de todos os envolvidos e identificados neste tipo de situações, procurando igualmente apurar-se as circunstâncias em que teve lugar a ocorrência”.

Sobre o caso em concreto, a DGSP confirma que “está já determinada investigação, imediatamente iniciada, a cargo do Serviço de Auditoria e Inspeção Norte que é coordenado por Magistrado do Ministério Público”.

Recorde-se que, no passado sábado, a festa de anos de um recluso do estabelecimento prisional de Paços de Ferreira foi filmada por outros detidos, com telemóveis. Os vídeos foram difundidos em direto no Facebook.

Numa gravação, à qual o JN teve acesso, é possível observar dezenas de presidiários em grande animação, a cantar, a dançar, a comer bolo de aniversário e a beber. Também se vê uma mesa de jogo de póquer, com vários jogadores divertidos a apostar.

Fonte:https://www.jn.pt/justica/interior/ministra-diz-que-festa-de-anos-na-cadeia-esta-sob-investigacao-10564167.html