A Direção-Geral dos Serviços Prisionais já abriu um inquérito.

A Direção-Geral dos Serviços Prisionais abriu um inquérito para apurar as circunstâncias em que se deu a festa na cadeia de Paços de Ferreira, que foi transmitida pelos reclusos, em direto, no Facebook, através de telemóveis.

A investigação está a cargo do serviço de auditoria e inspeção do Norte.

O inspetor deslocou-se à cadeia no sábado, onde foram identificadas todas as pessoas que aparecem no vídeo.

De acordo com a Direção-Geral dos Serviços Prisionais, na altura dos acontecimentos estavam cinco guardas na ala em questão, que também já foram ouvidos.

O jornal “Correio da Manhã” avança na edição deste domingo que os reclusos transmitiram a festa, em direto no Facebook, durante cerca de 40 minutos.

https://rr.sapo.pt/noticia/140606/reclusos-dao-festa-na-prisao-de-pacos-de-ferreira-e-transmitem-no-facebook