Francisca Van Dunem admite que, “em algumas situações”, as funções do Estado não estão a ser cumpridas nos estabelecimentos prisionais do país.

Perante as sucessivas greves dos guardas prisionais e episódios de revolta por parte dos reclusos, a ministra assume falhas que considera inaceitáveis. Mas recusa classificar como motins os casos de desordem nos estabelecimentos prisionais, referindo-se antes a incidentes.

Quanto ao estatuto dos guardas prisionais, Francisca Van Dunem não aceita alterações, lembrando que o atual enquadramento tem quatro anos e foi aprovado pelo anterior Governo.

Fonte:http://www.rtp.pt/noticias/politica/ministra-da-justica-admite-quadro-inaceitavel-nas-prisoes_a1121680