Droga na prisão de Custoias dentro de leite
Haxixe e telemóveis arremessados para dentro da cadeia.
Somam-se as ocorrências criminais no Estabelecimento Prisional de Custoias, Matosinhos. Desta feita foram recuperados, nas pistas da cadeia, dois pacotes de leite atirados do exterior, com cerca de um quilo de haxixe, dois telemóveis e dois carregadores. Fonte oficial dos Serviços Prisionais confirmou ao CM esta ocorrência, situando-a na manhã de terça-feira. Foram guardas prisionais que se aperceberam dos objetos estranhos, que terão sido arremessados minutos antes, por cima de um dos muros da prisão. Ao que o CM apurou, não houve testemunhas do arremesso. A mesma fonte oficial confirmou ao CM que foi aberto um processo de averiguações. Recorde-se que, nas últimas semanas, foram várias as ocorrências que tiveram lugar naquela cadeia. No início de setembro, e em dois dias consecutivos, foram arremessadas meias contendo droga, telemóveis e carregadores para o interior da mesma prisão. Na semana passada, três homens (pelo menos um deles já tinha sido recluso em Custoias) ameaçaram a tripulação de uma carrinha celular que estava a entrar na cadeia, fugindo após a chegada da PSP. Também na semana passada, uma técnica de inserção colocada em Custoias foi apanhada a tentar entrar no local de trabalho com um telemóvel ilegal ocultado debaixo da roupa e colado à perna com fita adesiva. Para os Serviços Prisionais, “estas são situações que vêm provar que o trabalho de vigilância e deteção na cadeia de Custoias está a decorrer com eficácia”.
Guardas prisionais vão protestar à porta de Marcelo e fazem três dias de greve Até final deste mês, o Sindicato Nacional da Guarda Prisional vai realizar uma vigília à frente do Palácio de Belém, em Lisboa, residência oficial do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. Ontem, a mesma estrutura marcou uma greve nacional de três dias (23, 24 e 25 de outubro) para as 49 prisões nacionais. Na tarde de 25 de outubro, o sindicato irá participar no protesto da Coordenadora das Polícias. “Queremos a revisão do estatuto, descongelar os escalões, rever o horário e receber subsídio de turno”, diz ao CM Jorge Alves, líder sindical.

Fonte: https://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/droga-na-prisao-de-custoias-dentro-de-leite